Pincéis para Base - Qual o pincel ideal?

03/03/2017


#SériePincéisBMM 1/10

Se tem um item da maleta de maquiagem que a mulherada tem dúvidas, são os benditos pincéis. Sempre que dou curso de automaquiagem ou até mesmo de maquiagem profissional surgem perguntas sobre quais os pinceis ideais, em quais investir, entre outras questões. Por isso, resolvi montar uma "série" de posts sobre cada tipo de pincel que tenho na minha maleta e quais quem está começando deve investir primeiro e quais não tem necessidade de comprar. Sim, eu tenho muitos pinceis, até mesmo repetidos, mas de marcas diferentes, nem todos vão entrar nos posts por já ter um dos modelos entre as fotos, tenho muitos pois na época em que comecei a maquiar (2013) o dólar custava cerca de R$1,60 então compensava muito importar, e para quem está começando e não tem muita noção do que comprar, acaba comprando de tudo um pouco sem ter necessidade e alguns pinceis eu ganhei. 

Hoje vou falar sobre os pincéis para aplicação de base.


Da esquerda para direita: (China) Pincel de Precisão Arredondado, Kabuki reto, Chanfrado, Lápis, (Macrilan) Chanfrado "menor", (China) Duo Fiber e (Mary Kay) Língua de gato.


Entre todos o que eu mais uso é o de Precisão Arredondado, acho que qualquer base adere melhor com ele e em segundo lugar uso o Kabuki reto, por mais que as cerdas sejam "iguais", do mesmo fabricante, ele é um pouco mole comparado aos de cerdas arredondadas, mas gosto bastante dele também. 


O Chanfrado além de aplicar base, da para aplicar blush também, mas com moderação porque senão fica marcado. O Lápis eu uso mais para trabalhar com corretivos da Kryolan, pois ele é firme na medida para construção de contorno em creme.


O Chanfrado da Macrilan é menorzinho do que o da China, aplica base bem também, mas uso ele mais para fazer contorno em pó. Viu como muitos pincéis possuem mais do que uma função? o Duo Fiber é ideal para quem quer uma pele mais natural, por mais que a base seja cobertura alta ele suaviza o produto, também pode ser usado para aplicação de corretivo e pó, além de polir a pele na aplicação de contorno em creme. Já o língua de gato é o que menos uso, não gosto dele para aplicação de base, acho que demora mais para a base ficar corretamente no rosto, sem contar que se a base for muito líquida pode ficar a marcação do sentido que você passou o pincel na hora da aplicação, uso ele para aplicar hidratante ou primer facial nas clientes. 


Muitos dos meus pinceis são da China, na época comprei pelo Ebay e AliExpress, mas são "réplicas" de marcas conhecidas, então fica fácil achar o modelo em lojinhas virtuais ou perfumarias. Sobre qual indico comprar, para quem se automaquia precisa apenas de 1, para quem maquia profissionalmente já indico 2. Abaixo listei por ordem qual modelo gosto e indico mais, mas fica a critério de cada comprar o que acha mais adequado para si.

1 - Arredondado (Nacional só conheço o da DAYMAKEUP e China, fora isso só marcas gringas);
2 - Kabuki reto (Nacional tem Vult, Dailus, Macrilan, DAYMAKEUP, Belliz entre outras);
3 - Chanfrado (Nacional conheço da Macrilan, Vult e DAYMAKEUP);
4 - Duo Fiber (Toda marca nacional tem, duvido que alguma não tenha ainda);
5 - Língua de gato (Outro que toda marca nacional possui, é o mais fácil de encontrar).

Outra opção de pincel para aplicação de base são os pincéis ovais, que se tornaram febre no outono/inverno 2016, tanto que marcas nacionais lançaram pelo menos um tamanho enquanto outras a linha completa na Beauty Fair 2016. No quesito praticidade para maquiar outras pessoas ele se enquadraria junto com o Duo Fiber.

Acho que depois deste post ficou mais fácil a diferença dos diversos pincéis de base, mas caso ainda tenha alguma dúvida é só deixar nos comentários que respondo o mais breve possível. 

O próximo post da série será sobre os pincéis para aplicação de corretivos, aguarde.

Beijos! ;)




Kelly Castro

0 comentário

Postar um comentário

Obrigada pela visita!